Logo da USF - Universidade São Francisco

botão de atalho p/ o Vestibular da USF
botão de atalho p/ o Vestibular da USF
logo usf
logo usf
botão de atalho p/ o Vestibular da USF botão de atalho p/ o Vestibular EAD da USF
Pesquisa

Projetos de Pesquisa

Projetos de Pesquisa

Ações Comunitárias e Extensionistas - Extensão

Título: A MORADIA COMO ESPAÇO DE BEM ESTAR E MEMÓRIA NA COMUNIDADE INFANTO JUVENIL DO QUILOMBO BROTAS – ITATIBA (SP).

Resumo: A harmonia do homem com o seu meio ambiente é a base para as diversas soluções e manifestações culturais e sociais encontradas para dar resposta às exigências e aos rigores das diferentes situações climáticas na Terra. A moradia, sob esta ótica, pode ser um dos instrumentos capazes de dar proteção e regular a luz, o som, o calor, o frio, a umidade, a radiação e a chuva, para que o homem requeira menos energia para manter seu equilíbrio físico e psicológico. A habitação, ao ser vista sob um ponto de vista sistêmico, com preocupações técnicas, econômicas, sociais e ambientais, deve, ao mesmo tempo, contemplar a adequação ao seu entorno e às reais necessidades de seus ocupantes, onde o bem estar físico e mental deve ser a preocupação fundamental. A casa passa ser assim o espaço da vivência do dia a dia que fornece o bem estar e que reafirmar a situação presente. Psicologicamente evoca o futuro, mas também registra lembranças e memória. A moradia no Quilombo Brotas é humilde, realizada através da autoconstrução ou dos acréscimos realizados passo a passo, espelhando os poucos recursos econômicos dos moradores. Este projeto se propõe a fazer com que a criança quilombola faça uma reflexão sobre seu espaço de habitar e construa a sua memória infantil com ações que valorizem, protejam e enraízem os anseios coletivos de preservação de seu território social, cultural e ambiental. Na experiência vivenciada de atividades lúdicas propostas serão inseridos conceitos, entre outros, de território, identidade, moradia, conforto, noções de matemática e letramento em programação.

Orientadora: Jane Tassinari Fantinelli
E-mail: jane.fantinelli@usf.edu.br


Título: A REVALORIZAÇÃO DA MEMÓRIA A PARTIR DA ARQUITETURA: ESTUDO DA CASA DA TIA LULA E DA TENDA DE UMBANDA

Resumo
: O Quilombo Brotas, localizado em Itatiba, é o primeiro quilombo reconhecido pelo ITESP em área urbana e central da cidade. Também por essa inserção urbana, o quilombo passa por transformações profundas. As características que definem o território estão se perdendo gradualmente: costumes, tradições e cultura. Isso pode ser percebido em um dos principais elementos da cultura afro-brasileira, a religião. A Umbanda, crença religiosa dominante entre os antigos moradores do Brotas, atualmente é perseguida a ponto de seus marcos terem sido depredados. O fichamento da Casa da Tia Lula e da Tenda de Umbanda adjacente, também conhecida como Terreiro, busca investigar profundamente esses edifícios principais, utilizando a arqueologia da arquitetura, métodos como levantamento da documentação, observações espontâneas e induzidas, levantamento métrico-arquitetônico, fotogrametria e prospecção parietal, a fim de descobrir a partir de características do presente como eram esses edifícios no passado para que a memória local cultural e coletiva não se perca.

Orientadora: Laura Reily de Souza
E-mail: laura.souza@usf.edu.br
Coorientador: João Márcio Dias de Souza
E-mail: joao.marcio@usf.edu.br


Título: AVALIAÇÃO POS-OCUPAÇÃO (APO): ESTUDO DE CASO EM ESTABELECIMENTO ESCOLAR DO MUNICIPIO DE ITATIBA.

Resumo: Esta pesquisa tem como tema, “Avaliação pós-ocupação(APO) :estudo de caso em estabelecimento escolar, pertencente ao município de Itatiba, SP. Trata-se do estudo da relação homem- ambiente construído- comportamento, entendendo por ambiente construído um edifício ou espaço público, coberto ou descoberto, que sofreu mudança de sua condição natural através da ação de um projeto. Enquanto metodologia envolve pesquisa bibliográfica/documental e de campo (exploratória) para verificação do desempenho de ambientes construídos através da recuperação da memória da produção do edifício nos seus aspectos uso, operação e manutenção. Quando aplicada no campo da educação, busca identificar atributos do ambiente construído favoráveis a promoção da educação. Assim o fim último de uma APO é evidenciar aspectos da estrutura física encontrados no campo com recomendações para intervenções ambientais sejam elas físicas ou comportamentais. Assim espera-se que o resultado desta pesquisa possa se constituir em uma base técnica para futuras aplicações em outras escolas, auxiliando nas decisões de investimentos econômicos destinados a estrutura física e sociais relacionados a comunidade escolar com relação ao uso dos espaços. Também servir de orientação tanto para os arquitetos e urbanistas formados e em formação (a exemplo do bolsista deste projeto de extensão), no sentido de refletir sobre a importância da relação homem-ambiente construído-comportamento, no processo de promoção da educação.

Orientadora: MARIBEL AZEVEDO MENDES NOGUEIRA
E-mail: maribel.nogueira@usf.edu.br





USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.


USF - Universidade São Francisco | Todos os direitos reservados.